Como apimentar uma relação…

por

(por calcinha exocet)

corações na cama

Quando estamos há muito tempo com alguém é imprescindível termos criatividade. Conheço algumas histórias interessantes de casais que optaram por quebrar a rotina, acrescentando mais emoção à relação.

casal.jantar.a1Uma amiga me contou que, com a intenção de incrementar a relação, levou seu companheiro a um restaurante sofisticado e sussurrou em seu ouvido que estava sem calcinha. Ele ficou excitado e não via a hora de ficarem sozinhos em algum lugar aconchegante.  Outra ocasião, ela fez uma surpresa. Pediu ao melhor amigo dele para inventar uma história qualquer e levá-lo a um hotel. Ela o esperava com buquê de flores, champanhe e lingerie sexy. Quando abriu a porta para recebê-lo, ele fez uma cara de surpresa muito engraçada. Realmente, não esperava. Foi uma noite maravilhosa.

Com um casamento de 17 anos, os dois decidiram inovar e conhecer uma casa de swing. Chegaram cedo e a dona do lugar fez questão de mostrar todos os aposentos e lugares divertidos que o casal poderia usufruir. Logo chegaram outros casais. Cada casal mais tímido que o outro. Ninguém foi conversar com eles, parecia ser a primeira vez de todos. Beberam uns drinks e, como nada aconteceu, foram embora.

Em razão dessa experiência, em uma viagem ao Rio de Janeiro, foram a outra casa de swing. Ela adorou. O ambiente, na sua opinião, estava impregnado de tesão, com muitas pessoas bonitas. Só teve coragem de passar a mão na bundinha de um cara. Mais uma vez ficaram apenas olhando.

Quando retornaram, tiveram a ideia de buscar pela Internet uma parceria com outro casal. Conheceram alguns casais, mas não tiveram afinidades. Só depois de muito tempo apareceu um casal que se identificou com eles. No começo, viajavam para encontrá-los, hospedavam-se em hotel. Hoje a intimidade é tão grande que recebem o casal em sua própria casa. Os filhos de 10 e 12 anos brincam com os filhos do outro casal.

Outra amiga contou-me que se vestiu de enfermeira sexy e combinou com o marido de ficar num ponto de ônibus esperando ele passar de carro. Foram tantos carros que pararam e a cantaram que ela começou a ficar nervosa. Os quinze minutos que esperou pareceram-lhe uma hora. Quando seu marido a pegou, estava trêmula e muito excitada. Ao contar-me essa fantasia, concluiu que essa noite foi a mais quente do ano. E, depois dessa experiência, se fantasiou de muitas personagens e falou-me que seu casamento vai muito bem.

Viviane, nome fictício, tem vergonha de entrar em sex shops. Ela está sozinha há algum tempo e revelou-me que sente muita vontade de ter relações sexuais com alguém. Mas, por ser romântica, não quer qualquer um. Quer alguém sério. Enquanto esse homem não aparece, sugiro a ela ir ao sex shop, comprar um brinquedinho.  E então, ela me pergunta: será?  E diz que acha um pouco estranho.

Hoje em dia as pessoas estão deixando o preconceito de lado e reconhecendo que o ato de se excitar e provocar uma reação orgástica por meio de um vibrador é uma experiência física natural.  No Brasil, as mulheres representam 70% dos consumidores de sex shops e estão perdendo a vergonha de buscar prazer mais intenso.

O importante é ser feliz. Não importa de que forma estamos buscando o prazer e a felicidade, seja por meio de fantasias, seja por meio de brinquedinhos. Precisamos ter consciência apenas do que é permitido legalmente, e se o (a) parceiro (a) está de acordo.

About these ads

Tags: , , , , ,

5 Respostas to “Como apimentar uma relação…”

  1. Dinossaurio Says:

    Calcinhas, sobre este assunto de “apimentar uma relação”, cada uma de vcs não quererá comentar este artigo ?
    http://www.newsweek.com/id/209164

    Está aumentando a incidência nos Estados Unidos de situações de relação multi-parceiros (triangulos, quadrados, pentágonos), estáveis, heterosexuais, com as mais diversas composições, partilhando teto, finanças e paternidade, num ambiente de fidelidade ao grupo e entreajuda emocional. Na Holanda já é possível a união civil de mais do que dois parceiros (http://www.brusselsjournal.com/node/301).

    Em que condições vcs estariam dispostas a partilhar vosso parceiro, ou de ter dois maridos ? Será possível ‘time-sharing’ matrimonial ?

    • calcinharomantica Says:

      Olá, Dino,
      Uma vez fiz um trabalho chamado “Amor a três”. Na ocasião, entrevistei inúmeros terapeutas sexuais, psicanalistas e casais com essa experiência. O que ouvi de todos os terapeutas e psicanalistas foi unânime: o ser humano, em sua grande maioria, não possui estrutura para essas relações abertas, as quais, em geral, terminam com muitas lágrimas e, claro!, nos consultórios psicológicos. Em relação aos casais com os quais falei, nenhuma relação a três tinha durado muito e as consequências não tinham sido muito boas. Acredito que seja necessário uma grande estrutura psicológica e emocional para segurar a barra. Eu, particularmente, não abriria uma relação minha para uma terceira pessoa. Alguém sempre acaba mal. Claro que uma relação fortuita, de uma noite a três ou a quatro, em uma cidade diferente, com pessoas que, muito provavelmente, você não verá mais, tem outros parâmetros – ou não. Nunca se sabe!

    • calcinha exocet Says:

      Dinossaurio, gostei da sua curiosidade e acho construtivo esse tipo de questionamento. Não sei se um relacionamento como você descreveu daria certo em nosso país. Com duas pessoas já é complicado, imagina com três, quatro…
      Sou da opinião que sendo uma relação casual pode dar mais certo do que convivendo todo dia. Espero que mais gente responda ao seu questionamento para sabermos se dá certo ou não. Quem se habilita? Abraço.

    • calcinha exocet Says:

      Dino, tem um livro que ainda não li todo, “A cama na varanda”, da Regina Navarro Lins, psicanalista, que trata dessa revolução nos relacionamentos em meu país. Vou lê-lo e mais adiante retomarei essa questão. Continue participando com comentários. Abraço.

  2. lina Says:

    bom eu acho super exitante sexo a um imagine a dois basta ter pegada e tezao para ficar bom e vc deveria da mais dicas sobre as posicoes ja experimentei cada uma q ja tou ate exitada

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: