Do que eles têm medo?

by

(por Calcinha Exocet)

Mulheres são sensíveis, ansiosas, livres, apaixonadas, interesseiras, românticas, invejosas, generosas, malandras, inteligentes, safadas, batalhadoras, masoquistas, independentes, ciumentas, sonhadoras, ambiciosas, intuitivas, autossuficientes…. Somos humanas!

No Brasil, nós, mulheres, conseguimos o direito de votar nas eleições nacionais em 1932. São apenas 77 anos!  E acreditem se quiser, somente as mulheres casadas – com autorização do marMaria da Penhaido -, viúvas e solteiras com renda própria podiam votar. As restrições ao pleno exercício do voto feminino foram eliminadas apenas em 1934, sem o tornar obrigatório. A história mostra que nossas conquistas são lentas e muitas vezes na prática são incompletas.

A Lei nº 11.340, cujo símbolo máximo é Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006, é um exemplo tardio de justiça. Essa lei foi criada com o objetivo de coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Foram 20 anos em que Maria da Penha lutou, denunciando e condenando nosso país à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA por negligência e omissão pela demora na punição do marido.

Nosso blog homenageia essa linda mulher, em todos os sentidos, por sua garra e perseverança, por ter acreditado que lutando conquistaremos a justiça tão esperada.

Tags: , , , , , , ,

5 Respostas to “Do que eles têm medo?”

  1. Calcinha de rendinha Says:

    Grandes e recentes conquistas, não é? E há ainda tanto pela frente…

  2. calcinha bélica Says:

    Na semana retrasada, O CQC perguntou na Câmara o que significava a Lei Maria da Penha. Muitos políticos não sabiam. Um deputado tentou enrolar e disse que era uma lei voltada para os adolescentes. É mole?

  3. Vinício Aguiar Says:

    Parabéns,
    Todas vcs
    lindas,maravilhosas e INTELIGENTES!!!

  4. T-Man Says:

    É uma pena que alguns homens, com h minúsculo mesmo, ainda têm esta mentalidade. Bater, maltratar ou qualquer outro verbo-agressor que aqui caiba, é inaceitável tal ação direcionada a um ser tão sensível como a mulher. Belas, amáveis, formosas, delicadas como uma flor, exalam seu perfume natural pela imensidão deste universo.
    A minha relação com as mulheres sempre foram as melhores. Mãe, vó, madrasta, madrinha, tias, primas, opa… essas foram boas mesmo… hahaha, brincadeirinha… visinhas, professoras, colegas, amigas, namoradas, amantes, esposa. Na minha vida, só me falta uma mulher: uma filha.
    Nunca consegui entender bem as mulheres, mas como disse o poeta: elas não foram feitas para serem entendidas e sim, amadas, ou seja, uma mulher bem amada será também entendida.
    Um homem que não tem a dignidade de respeitar uma mulher, que não gosta da fruta, que nos faça um grande favor, arrume um namorado e ponto final.

  5. Calcinha exocet Says:

    Olá, leitores maravilhosos! Estou de volta depois de tirar uma semana de férias. Só hoje pude ler os comentários, onde me encontrava não tinha como acessar o blog. Queria agradecer o carinho dos rapazes! E às calcinhas amigas também. Beijos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: