Faísca pra todo lado

by

(por calcinha exocet)

No meio do almoço, ela perguntou solenemente ao amigo, advogado, com seu gostoso sotaque nordestino: “Se uma mulher matar o marido durante a TPM, ela fica isenta de pena?”. O amigo afirmou que não conhecia nenhuma lei que absolvesse a mulher que assassinasse o marido nesta circunstância. Mas, passado o impacto, alguém perguntou se ela, recém-casada, já estava pensando em matar o marido. Ela disse que não, mas que às vezes ficava muito irritada com a calma dele. Claro que todo mundo riu da contradição.briga

Brincadeiras à parte, este problema, que acometeria 75% das mulheres, tem reflexos na vida pessoal e profissional das mulheres, dependendo da intensidade com que os sintomas se apresentam.

Os estudos mostram que se trata de um problema real, que não depende da vontade da mulher. Então, se não confere uma licença para matar, temos que considerar que é uma questão de solidariedade dar um desconto para as mulheres que estão sob os efeitos da TPM. Segundo uma pesquisa publicada em 2008, o público masculino se considera mais compreensivo do que as mulheres acham, pois 62,1% disseram que conseguem entendê-las nesse período.

Seria natural imaginar que entre as mulheres a solidariedade fosse maior. O estudo não abordou esta questão. Mas lembro-me  que um amigo perguntou para uma amiga em comum, lésbica, se o relacionamento entre mulheres não teria a vantagem da maior compreensão para os sintomas da TPM. A resposta sincera dela foi que não havia qualquer solidariedade e que, se coincidisse de ambas estarem com TPM, “saía faísca para todo lado”.

Mas, há alguns anos, descobriu-se que uma variação no nível de testosterona nos homens causa sintomas semelhantes à TPM. Este fenômeno foi batizado de Síndrome de Homem Irritável (SHI). Essa Síndrome atinge homens de todas as idades, sem distinção de raça. A queda súbita do hormônio no homem não é periódica como na mulher e, sim, relativa a situações vivenciadas, ao estresse, à morte de um ente querido, a brigas, ao divórcio, a doenças e a preocupações etc.

Isso serve para mostrar que homens e mulheres são humanos e estão sujeitos igualmente a variações do humor por causas alheias às suas vontades. Mas, em casos mais graves, há tratamentos à disposição que amenizam o sofrimento. Além disso, é claro, vida saudável, prática de esportes e alimentação correta ajudam muito.



Tags: , , , , , ,

2 Respostas to “Faísca pra todo lado”

  1. mari Says:

    Peço para as pessoas não me ligarem nesses dias. Elas sabem o porquê.

    • calcinha exocet Says:

      É Mari, às vezes não percebo que estou alterada e quando vi já era…fui grosseira. Acrescentei um vídeo divertido sobre TPM. Beijos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: