Show da Rita Lee

by

( por calcinha exocet)

No sábado passado fui ao show da Rita Lee em Brasília. Fiquei impressionada com sua disposição e postura artística. São 64 anos de praia! Isso é maravilhoso! Estava acompanhada do filho e do marido no palco. Cantou músicas antigas (Doce Vampiro, Mania de Você, Lança Perfume, Ovelha Negra etc) e duas novas (O bode e a cabra, versão da música “I wanna hold your hand”, dos Beatles e Tão). Falou sobre política, o que achei muito bom! Gosto quando um artista se posiciona a respeito do país. Por outro lado, havia uma mulher atrás da minha poltrona que gritava: ” Pára de falar merda! Canta! Que saco, mulher doida! Canta!”

Se temos liberdade de expor nossas opiniões, temos também que saber ouvir as outras. Em um curso que estou fazendo, escuto alguns professores dando sua opinião sobre o melhor candidato para a Presidência da República. Discordo deles, mas não os mando calar a boca, muito menos exijo que voltem a dar aulas. Afinal, este é ou não é um país democrático?

O que posso imaginar sobre a opinião da mulher atrás de mim é que ela ficou sentida quando a Rita Lee criticou o Arruda e perguntou se nós íamos permitir que ele ficasse  no governo. É óbvio que ouvimos o coro do NÃO da maioria. Graças a Deus! Ainda existem pessoas que optam pela moralidade e legalidade.

Rita Lee também criticou os atuais candidatos à presidência: Dilma, Serra e Marina. E lamentou o fato de não termos um candidato bom. Sobre a Dilma, ela falou que parecia a sua antiga professora de piano, que lhe dava tapas na mão quando errava a lição; quanto ao Serra,  ela fez o seguinte comentário: “enquanto estamos morrendo afogados em São Paulo, o cara fica proibindo o fumo; e sobre a Marina Silva, ela comentou: “quando fala parece que vai desmaiar de tão fraquinha!” Todos rimos, não havia como não rir.

Em outros momentos do show, ela demonstrou carinho pelo filho e pelo marido! Agradeceu a paciência do Roberto de Cavarlho com ela, nos 33 anos de casados. Deu beijos na boca dele e recebeu tapinhas na bunda do filho Roberto Lee. Um espetáculo com muita harmonia musical e familiar. Outro momento especial foi quando um grupo de pessoas, talvez fãs de carteirinha, chegaram perto do palco e ofereceram a ela um buquê de rosas e um colar cheio de pedras! Ela estava cantando e pude perceber que ficou emocionada. Depois cantou “Mania de você” assim: Brasília você me dá água na boca…

Tags: , , , , , , , , ,

4 Respostas to “Show da Rita Lee”

  1. luci Says:

    ai, que lindo! vimos essa semana um show de sexagenarios! inclusive, paul mccartney (acho que vou falar nese show ate perder a memoria. ou a vida, o que vier primeiro) disse que tinha feito “blackbird” pelos conflitos na europa e eua contra os negros nos anos 60. acho legal quando alguem que tem o que falar, fala. bom, nao que eu ache paul mccartney seja a pessoa mais certa pra fazer isso, mas…

    outro dia fui no show do tryo, uma banda francesa, e me decepcionei gravemente. eh o tipo da banda socialmente engajada, mas que tudo o que fazia era parar o show no meio da musica e dizer “foda-se, sarkozy” e, como o publico alvo sao os adolescentes, voces imaginam o quanto o palavraozinho fez sucesso (mais do que o sentido real da frase).

    mas imagine se todo pao e circo viesse envolto de constestacao politica?😉

    • calcinha exocet Says:

      Luci, fim de ano é uma correria doida! Semana que vem já é Natal, ai Jesus! Bom, eu adorei o show da Rita Lee, foi o segundo show dela que vi em minha vida. Sempre gostei de participar da vida cultural em minha cidade, mas tenho ido menos, por não saber me organizar. Mas tenho esperança que no aniversário de minha cidade, o Paul Mccartney venha mesmo. Se não for ele, será a Madona. Você curte a loira? Eu prefiro o Paul, sou fã dos Beatles, mas também iria no show da poderosa.

      Você já ouviu Negresse Vert? Quando estava aprendendo francês, eu escutava essa banda. Ela parece ser composta por Árabes. As letras são psicodélicas, mas tem muito swing. É difícil ficar sem dançar. Voltei a estudar Francês, sonho ficar um mês na França para aprender “de vez” a língua. Só não sei quando isso irá acontecer (ir à FRança ou falar francês). Não posso perder a esperança. Acho que escrevi demais. Beijo e acompanhe os acontecimentos políticos do nosso país, ano que vem acho que serão quentes.

  2. Felipe Says:

    Caramba!!! Os argumentos da Rita Lee pra não votar na Dilma, no Serra ou na Marina é no minimo tosco. Realmente esperava mais de sua analise politica. Só destilou preconceito….

    • calcinhasnarede Says:

      A “análise política” foi feita durante um show, então é claro que não poderíamos esperar profundidade acadêmica. Isso não quer dizer que o comentário da Rita Lee seja raso. Quanto à Dilma ela se refere ao seu possível ranço autoritário, o que parece corresponder à realidade. O Serra realmente às vezes parece muito mais preocupado com questões secundárias do que com o principal. E quanto à Marina Silva ela demonstrou bastante simpatia por ela, mas é fato que a Marina Silva parece muito frágil, o que preocupa muitos eleitores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: