Supremo Poeta

by

(calcinha de cristal)

Hoje vi uns pedacinhos do julgamento do recurso do Roriz no STF. Ouvir o poeta Carlos Ayres Britto é sublime. Ele disse claramente: a probidade não pode esperar. E quem fizer a probidade esperar é cumplice.

Mas os Ministros que horRORIZam não se envergonharam. O Cesar Peluso apelou geral. Disse que a Lei da Ficha Limpa seria inconstitucional, por vício formal no processo legislativo. Não satisfeito em liberar a candidatura do  Roriz, agora quer liberar geral, quer acabar com a ficha limpa. Revoltante.

“É um salto triplo carpado hermenêutico” disse o poeta para se referir ao malabarismo jurídico do colega. A maioria riu.

Mas infelizmente a voz do poeta não é ouvida por quem só tem ouvidos para a grana.

“Ao direito não basta levantar cerca para as ovelhas, é preciso gradear os lobos” disse o Ministro. Mas eles estão lá, soltos, pertinho dele.

Uma resposta to “Supremo Poeta”

  1. calcinha exocet Says:

    Menina, também admiro esse homem! Acho que é o único homem honesto lá no STF. O resto é tudo comprado! Que imagem o Supremo está conquistando para si. REALMENTE é lamentável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: