Archive for janeiro \31\UTC 2011

Love hurts

janeiro 31, 2011

Quando nossa querida calcinha de oncinha sofreu com a desilusão em seu relacionamento, fiquei pensando no comportamento masculino. Esse é um pensamento pessoal que pode ser alterado a qualquer momento pelos leitores e leitoras de nosso blog. Bastam que estes argumentem bem.

A questão é: por que alguns homens são tão imaturos? Vivem num mundo de ficção, de fantasia, tentando transformar as mulheres num brinquedo e o relacionamento num joguete.

Falta aos homens que conheci e que conheço, sejam amigos, sejam ex-namorados meus ou de amigas, maturidade emocional. São homens profissionalmente bem sucedidos, mas em matéria de amor são toscos. Será que existem homens maduros emocionalmente? Infelizmente, ainda não conheci nenhum.

Algumas amigas próximas já me revelaram que quando apaixonadas são tratadas pelos namorados com indiferença e desrespeito.

Uma delas contou-me que o namorado colocava dificuldades para se encontrarem. Ela começou a achar que ele não gostava dela, porque sempre dava uma desculpa de que ia encontrar com os amigos, jogar futebol etc. Até que ela parou de procurá-lo. Então, o namorado ficou meio preocupado com o sumiço dela. Quando ele finalmente conseguiu encontrá-la, ela já estava em outra. Contou-me que ele ficou arrasado por perdê-la e confessou que se fazia de difícil por sugestão dos amigos.

Outra amiga, namorando há mais de um ano, contou-me que sua paixão e um amigo falavam da ex, em sua presença. Ela chamou sua atenção para que percebesse que o assunto a incomodava, ele não deu a mínima. Ela saiu de perto deles e resolveu mandar um torpedo para uma amiga pedindo socorro, tipo:  “Me tira daqui!” Ele, antes de ela enviar, tomou-lhe o celular e leu a mensagem. Reagiu agressivamente, expulsando-a de sua casa. Nem precisa dizer que ela ficou decepcionada com seu comportamento e terminou o namoro.  Ele anda que nem cachorrinho atrás dela, pedindo desculpas. Espero que ela seja forte e não reate o namoro.

Outro dia, um amigo disse que sabe que é imaturo, mas não quer mudar. Ao menos tem consciência que será sempre infantil emocionalmente, mas não se dá conta que sua imaturidade sempre afetará seus relacionamentos. Depois de revelar sua opção em continuar imaturo, reclamou que as mulheres são muito complicadas e que estava pensando seriamente em se relacionar com homens (num tom de brincadeira). Então, dei minha opinião, se as mulheres são complicadas, porque os homens não seriam? Afinal, somos seres humanos.

Outro amigo, casado, tem affaire com colegas de trabalho, mas não cede a esposa para também curtir outros homens. Então faz o tipo maridão, quando está com a esposa em ambiente social é supercarinhoso, atencioso, amoroso. Qualquer mulher que não sabe das suas puladas invejaria seu casamento. Ah, como as aparências enganam! Imagino que a esposa não saiba do seu comportamento ou, se sabe, deveria reinvidicar igualdade.

Esses dois últimos amigos mencionados acima já estão na faixa dos 40 anos. Os outros dois são mais jovens, estão na faixa dos 25 a 30 anos. Na verdade, a idade parece não ser tão importante nesses casos. Uma vez imaturo sempre imaturo? Será que a “vida” pode realmente ensinar algo? A dor que sentimos quando perdemos alguém que amamos nos faz crescer?

Anúncios

Nova técnica mantém o formato da mama após cirurgia

janeiro 26, 2011

Um dos maiores medos de toda mulher é ter os seios retirados por causa de um tumor. Mas uma nova técnica desenvolvida em Barcelona permite manter o formato das mamas, com a aplicação de um gel de plaquetas obtidas do sangue de um doador. O gel possui uma consistência similar à da mama, que restitui o volume e regenera paulatinamente as fibras de colágeno perdidas. E não há perigo de rejeição.

Não é uma ótima notícia?

Leia mais aqui, no blog Saúde Para Todos.

Troca troca

janeiro 21, 2011

Uma blogueira de Brasília está organizando mais um evento de compartilhamento literário. É o “Lá vai o livro”. Se você mora em Brasília, veja como participar:

» Leia um bom livro;

» Deixe no blog www.lavaiolivro.blogspot.com um comentário falando da obra e contando quando e onde pretende deixá-la;

» Escreva ou cole o texto abaixo indicado, na contracapa ou na primeira página do livro;

» Deixe-o em um local público;

» Se você achou um livro que foi deixado por alguém, escreva um comentário contando como foi a experiência.

Não esqueça de contar aqui no Calcinhas também!

As Calcinhas também vão participar, deixando dois livros com temas femininos.

Despedidas de solteira

janeiro 17, 2011

(por Calcinha fio dental)

Tenho quase trinta anos, e acho que é nessa idade que acontece isso…

“todas as mulheres já sentiram e sentem um momento em que são puramente sexo e pulsam sexo por todos os lados e ficam com medo de si mesmas e se descontrolam e compreendem tudo sobre sexo e querem tudo, é uma sensação avassaladora de absoluta sexualidade, um momento em que a sexualidade toma conta de tudo, e ela se sente fêmea, devassa, puta, ela faria tudo, tudo, ela quer foder, ela quer fazer tudo!” (A casa dos budas ditosos, João Ubaldo Ribeiro).

Cheguei com todas as armas e escudos, com meu discurso pseudo psicanalítico que por vezes brinca de descortinar outra verdade, quando na verdade, na verdade mesmo são desculpas medrosas e reacionárias. Nunca tenho vontade de falar palavrão, mas puta que o pariu (que gostoso escrever) as liberdades e libertinagens que a gente esquece. Ou que nunca conheceu antes.

A liberdade adolescentinha, jovensita é uma coisa, mais ingênua mais humilde, desculpáveis são todos os porres e pintos da faculdade.

Vai ficar acordada (com ajudinha de aditivos) a noite inteira com um cara contando que gosta de dar pra travesti que nem gente grande, aí não pode, gente grande é adulta, concentrada, comedida, um porre no geral.

Ah como é deleitoso, voluptuoso descobrir em mim, que ando gostando de pérolas e vinho branco esse talento ainda pra baixaria (sempre fina lógico!), pra sacanagem carinhosa e ordinária de uma noite de conversas profundíssimas, de mil cigarros e a aceleração cardíaca de um enfartante.

Cheguei já com saudades de shopping e salto, e hoje, no último dia me rendo a esse gosto antigo de biquíni salgado e cabelo de vento, da embriaguez diária e quase constante das cervejas antes do almoço, antes da tarde, antes de amanhecer.

Como uma manobra de mestre (sem humildades) com meu superego me desculpei assim: essa é minha despedida de solteira, então pode! E é verdade, por um lado, um dia que quero mesmo casar então todas essas viagens serão despedidas, despistadas das minhas regras internas que quase me derrubaram hoje de manhã rumo a praia depois de uma noite de zero sono. É verdade que cada um tem que saber o peso que consegue carregar de manhã, não existe prazer que não sucumba a uma manhã de culpa mortal.

Sou bem covarde, na verdade. Quando acho que ninguém vai saber me permito o deleite. Quando imagino pessoas sabendo o que fiz gelo pelo apreço, pela imagem suja com a qual me imagino. Mas tem uma partezinha minha bem sádica, não, sacaninha vai, que queria que todo mundo soubesse, principalmente àqueles que julgo que se estarrecerão, ruborizarão e balançarão a cabeça negativamente com um olhar de desdém misturado com medo. Ah inspirar o terror, que bom que é falar meia palavra que deixa o outro imaginando que a gente pode ser bem pior do que ele supõe.

Enfim, eu, que cheguei me tomando como uma quase mulher adulta, quase perfeitamente adaptada e satisfeita em seguir regras e fazer tudo direitinho (sempre fui nerd), me descubro bem mais quase do que eu imaginava.

Ressinto-me um tanto por não poder gritar e contar pra todo mundo, para todas as minhas amigas casadas que passaram o réveillon com os sogros, que fiz tudo, tudo daquela vontade que a senhora da Luxúria nos conta, ou quase tudo, preciso de mais uma viagem vai.

Bolo de chocolate delicioso

janeiro 11, 2011

Calcinha exocet

Agora nas férias estou usufruindo da cozinha de minha casa, fazendo umas receitas de  sobremesa. Devo confessar que meu filho é quem está me estimulando. Essa semana fiz um bolo delicioso! Tiramos foto também!

Ingredientes

200g de chocolate amargo

2 colheres (sopa) de leite

175 g de manteiga

175g de açúcar

175 g de nozes ou amêndoas moídas

40g de farinha de trigo

5 ovos (claras e gemas separadas)

3 colheres (s0pa) de água quente

Preparo da massa

Derreta 200g de chocolate amargo no leite em banho-maria. Quebre o chocolate em pedaços e coloque em uma tigela refratária. Ponha a tigela sobre uma panela contendo 1/3 de água, de modo que o fundo da tigela não toque a água. Aqueça em fogo baixo até a água ferver. Não mexa o chocolate enquanto ele não derreter, depois mexa só até ficar liso. Misturar em excesso prejudica a textura. Retire do fogo e acrescente a manteiga, o açúcar, as nozes, a farinha e as gemas com a água quente e bata até ober uma massa.

Bata as claras em neve e incorpore-as à mistura de chocolate.

Unte e forre com papel-manteiga uma fôrma de bolo de 23cm. Despeje a massa e nivele. Asse em forno preaquecido a 180º por 30 minutos, até ficar firme. Cubra com um pano de prato e deixe esfriar.

Calda

25g de açúcar

4 colheres (sopa) de conhaque ou licor de laranja/café

50ml de água

Modo de preparo

Faça a calda: ponha o açúcar, a bebida e a água em uma panela pequena e aqueça em fogo brando, mexendo, até o açúcar dissolver. Deixe ferver por 1 minuto até atingir o ponto da calda. Desenforme o bolo, retire o papel-manteiga e regue-o com a calda.

Glacê

5 colheres (sopa) de geleia de damasco

25 g de açúcar

75 ml de água

200 g de chocolate amargo

25 g de chocolate ao leite

Modo de preparo

Aqueça a geleia de damasco, aperte-a contra uma peneira e pincele o bolo com ela.

Para o glacê, esquente a água e o açúcar em uma panela pequena de fundo grosso, até dissolver. Deixe ferver por 1 minuto. Retire do fogo, espere esfriar por 1 minuto e adicione o chocolate amargo. Mexa sem parar até ele derreter. Deixe descansar até que comece a engrossar. Derreta o chocolate ao leite.

Despeje o glacê de chocolate sobre o bolo, espalhando-o para os lados com uma espátula. Para arrematar a decoração, faça desenhos com um fio do chocolate ao leite derretido próximo às beiradas do bolo. Deixe em local fresco para o glacê firmar. Et bon appetit!


Se você acredita, funciona!

janeiro 4, 2011

 

Lembro quando meu personal trainer chegou com a novidade mágica no pulso. É só colocar, disse ele, que seu equilíbrio e flexibilidade aumentam na mesma hora. “A minha namorada é super dura, colocou a pulseira e conseguiu encostar a mão no chão!”

Eu disse para ele: se você acreditar, funciona mesmo. Mas não para mim, que não acredito.

Agora a própria empresa está admitindo que a pulseira não funciona. Será que quem acreditava vai continuar acreditando? No site da empresa, no começo, eles usavam a velha fórmula de “cientistas da nasa” e falavam em “holografia quântica”. Agora são mais comedidos. Mas continuam afirmando que o holograma é “programado” nos EUA, onde recebe ondas de energia numa frequência específica.

Enquanto isso, os criadores deste produto venderam milhões de pulseiras no mundo todo, desde 2007. Demorou três anos para que as autoridades agissem. No Brasil, parece que apenas a Anvisa tomou alguma providência, mas só para dizer que não poderia ser feita propaganda de que a pulseira é terapêutica.

Leia mais em GIZMODO BRASIL (inclusive a nota da fabricante).

Farofa diferente!

janeiro 1, 2011

Calcinha Exocet

Feliz 2011 para  nossas leitoras e leitores!

Fiz uma farofa para a virada de fim de ano que fez sucesso!

Vou compartilhá-la com todos vocês!!!

INGREDIENTES

2 colheres (sopa) de manteiga

1 colher (sopa) de cebola picada

1 xícara (chá) de cenoura ralada

2 xícaras (chá) de mandioca crua ralada

1 xícara (chá) de abacaxi em calda picado

1 maçã verde picada

1 xícara (chá) de uvas passas

1 xícara (chá) de castanha de cajú moída

1 1/2 xícara (chá) de farinha de mandioca torrada

2 colheres (sopa) de salsa picada

sal e pimenta do reino a gosto

MODO DE PREPARO

Coloque em uma panela a manteiga, a cebola e leve ao fogo para fritar. Acrescente a cenoura ralada, a mandioca e refogue mexendo sempre. Desligue o fogo, junte as uvas passas, a farinha de mandioca, a maçã, o abacaxi, a castanha, a salsa, o sal e a pimenta. Misture bem.