Despedidas de solteira

by

(por Calcinha fio dental)

Tenho quase trinta anos, e acho que é nessa idade que acontece isso…

“todas as mulheres já sentiram e sentem um momento em que são puramente sexo e pulsam sexo por todos os lados e ficam com medo de si mesmas e se descontrolam e compreendem tudo sobre sexo e querem tudo, é uma sensação avassaladora de absoluta sexualidade, um momento em que a sexualidade toma conta de tudo, e ela se sente fêmea, devassa, puta, ela faria tudo, tudo, ela quer foder, ela quer fazer tudo!” (A casa dos budas ditosos, João Ubaldo Ribeiro).

Cheguei com todas as armas e escudos, com meu discurso pseudo psicanalítico que por vezes brinca de descortinar outra verdade, quando na verdade, na verdade mesmo são desculpas medrosas e reacionárias. Nunca tenho vontade de falar palavrão, mas puta que o pariu (que gostoso escrever) as liberdades e libertinagens que a gente esquece. Ou que nunca conheceu antes.

A liberdade adolescentinha, jovensita é uma coisa, mais ingênua mais humilde, desculpáveis são todos os porres e pintos da faculdade.

Vai ficar acordada (com ajudinha de aditivos) a noite inteira com um cara contando que gosta de dar pra travesti que nem gente grande, aí não pode, gente grande é adulta, concentrada, comedida, um porre no geral.

Ah como é deleitoso, voluptuoso descobrir em mim, que ando gostando de pérolas e vinho branco esse talento ainda pra baixaria (sempre fina lógico!), pra sacanagem carinhosa e ordinária de uma noite de conversas profundíssimas, de mil cigarros e a aceleração cardíaca de um enfartante.

Cheguei já com saudades de shopping e salto, e hoje, no último dia me rendo a esse gosto antigo de biquíni salgado e cabelo de vento, da embriaguez diária e quase constante das cervejas antes do almoço, antes da tarde, antes de amanhecer.

Como uma manobra de mestre (sem humildades) com meu superego me desculpei assim: essa é minha despedida de solteira, então pode! E é verdade, por um lado, um dia que quero mesmo casar então todas essas viagens serão despedidas, despistadas das minhas regras internas que quase me derrubaram hoje de manhã rumo a praia depois de uma noite de zero sono. É verdade que cada um tem que saber o peso que consegue carregar de manhã, não existe prazer que não sucumba a uma manhã de culpa mortal.

Sou bem covarde, na verdade. Quando acho que ninguém vai saber me permito o deleite. Quando imagino pessoas sabendo o que fiz gelo pelo apreço, pela imagem suja com a qual me imagino. Mas tem uma partezinha minha bem sádica, não, sacaninha vai, que queria que todo mundo soubesse, principalmente àqueles que julgo que se estarrecerão, ruborizarão e balançarão a cabeça negativamente com um olhar de desdém misturado com medo. Ah inspirar o terror, que bom que é falar meia palavra que deixa o outro imaginando que a gente pode ser bem pior do que ele supõe.

Enfim, eu, que cheguei me tomando como uma quase mulher adulta, quase perfeitamente adaptada e satisfeita em seguir regras e fazer tudo direitinho (sempre fui nerd), me descubro bem mais quase do que eu imaginava.

Ressinto-me um tanto por não poder gritar e contar pra todo mundo, para todas as minhas amigas casadas que passaram o réveillon com os sogros, que fiz tudo, tudo daquela vontade que a senhora da Luxúria nos conta, ou quase tudo, preciso de mais uma viagem vai.

Tags: , , ,

3 Respostas to “Despedidas de solteira”

  1. Aline Says:

    É o natural dizendo:
    _ E aí??? A espécie tem que continuar! rsrsrs

    Adorei seu blog!

  2. calcinha exocet Says:

    Fio dental, adorei seu texto, muito bom! Parabéns! Beijos.

  3. marcelo Says:

    acho muito interessante as diferentes formas de pessar que cada um temos,somos deferentes, mas o tempo voa escorrega por entre os dedos,vale a nos aproveitar da melhor forma possivel com responsabilidade tesao amor e paixao.kkkk

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: