Posts Tagged ‘fantasias’

Como apimentar uma relação…

julho 30, 2009

(por calcinha exocet)

corações na cama

Quando estamos há muito tempo com alguém é imprescindível termos criatividade. Conheço algumas histórias interessantes de casais que optaram por quebrar a rotina, acrescentando mais emoção à relação.

casal.jantar.a1Uma amiga me contou que, com a intenção de incrementar a relação, levou seu companheiro a um restaurante sofisticado e sussurrou em seu ouvido que estava sem calcinha. Ele ficou excitado e não via a hora de ficarem sozinhos em algum lugar aconchegante.  Outra ocasião, ela fez uma surpresa. Pediu ao melhor amigo dele para inventar uma história qualquer e levá-lo a um hotel. Ela o esperava com buquê de flores, champanhe e lingerie sexy. Quando abriu a porta para recebê-lo, ele fez uma cara de surpresa muito engraçada. Realmente, não esperava. Foi uma noite maravilhosa.

Com um casamento de 17 anos, os dois decidiram inovar e conhecer uma casa de swing. Chegaram cedo e a dona do lugar fez questão de mostrar todos os aposentos e lugares divertidos que o casal poderia usufruir. Logo chegaram outros casais. Cada casal mais tímido que o outro. Ninguém foi conversar com eles, parecia ser a primeira vez de todos. Beberam uns drinks e, como nada aconteceu, foram embora.

Em razão dessa experiência, em uma viagem ao Rio de Janeiro, foram a outra casa de swing. Ela adorou. O ambiente, na sua opinião, estava impregnado de tesão, com muitas pessoas bonitas. Só teve coragem de passar a mão na bundinha de um cara. Mais uma vez ficaram apenas olhando.

Quando retornaram, tiveram a ideia de buscar pela Internet uma parceria com outro casal. Conheceram alguns casais, mas não tiveram afinidades. Só depois de muito tempo apareceu um casal que se identificou com eles. No começo, viajavam para encontrá-los, hospedavam-se em hotel. Hoje a intimidade é tão grande que recebem o casal em sua própria casa. Os filhos de 10 e 12 anos brincam com os filhos do outro casal.

Outra amiga contou-me que se vestiu de enfermeira sexy e combinou com o marido de ficar num ponto de ônibus esperando ele passar de carro. Foram tantos carros que pararam e a cantaram que ela começou a ficar nervosa. Os quinze minutos que esperou pareceram-lhe uma hora. Quando seu marido a pegou, estava trêmula e muito excitada. Ao contar-me essa fantasia, concluiu que essa noite foi a mais quente do ano. E, depois dessa experiência, se fantasiou de muitas personagens e falou-me que seu casamento vai muito bem.

Viviane, nome fictício, tem vergonha de entrar em sex shops. Ela está sozinha há algum tempo e revelou-me que sente muita vontade de ter relações sexuais com alguém. Mas, por ser romântica, não quer qualquer um. Quer alguém sério. Enquanto esse homem não aparece, sugiro a ela ir ao sex shop, comprar um brinquedinho.  E então, ela me pergunta: será?  E diz que acha um pouco estranho.

Hoje em dia as pessoas estão deixando o preconceito de lado e reconhecendo que o ato de se excitar e provocar uma reação orgástica por meio de um vibrador é uma experiência física natural.  No Brasil, as mulheres representam 70% dos consumidores de sex shops e estão perdendo a vergonha de buscar prazer mais intenso.

O importante é ser feliz. Não importa de que forma estamos buscando o prazer e a felicidade, seja por meio de fantasias, seja por meio de brinquedinhos. Precisamos ter consciência apenas do que é permitido legalmente, e se o (a) parceiro (a) está de acordo.

Anúncios